Actualidade

Ultraconservadores conseguiram proibição de aborto em sete Estados dos EUA

17 | 05 | 2019   18.55H

Apesar de ser um direito constitucional nos EUA, o aborto corre o risco de se tornar ilegal, depois de vários Estados terem aprovado leis que limitam esse direito ou tentam mesmo aboli-lo, como aconteceu esta semana no Alabama e hoje no Missouri.

A estratégia dos movimentos próvida por detrás destas novas leis é levar o Supremo Tribunal (com uma composição mais conservadora após as nomeações de juízes feitas por Donald Trump) a rever a jurisprudência que autoriza o aborto em todo o país.

Hoje, no Missouri, a Câmara de Representantes estadual acolheu uma lei já validada pelo Senado estadual para impedir o aborto após oitos semanas de gravidez, mas que também a proíbe depois de o feto se desenvolver ao ponto de já poder sentir dor.

Destak/Lusa | destak@destak.pt