Actualidade

FMI pede mais investimento nos serviços públicos e aconselha portugueses a poupar

17 | 05 | 2019   19.02H

O chefe da missão do FMI para Portugal destaca a necessidade de investimentos públicos em escolas e hospitais, pede ambição na continuação das reformas necessárias ao crescimento económico e aconselha os portugueses a poupar para a reforma.

"É muito importante dar atenção ao investimento público, de modo a que estruturas como escolas e hospitais prestem os melhores serviços possíveis, tendo as suas instalações bem mantidas. Isso ajudaria os contribuintes a retirar valor das suas contribuições para os cofres do Estado", afirmou Alfredo Cuevas, em entrevista à agência Lusa, em Lisboa.

Questionado sobre o aumento da carga fiscal, que atingiu um novo recorde nos 35,4% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2018, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), o chefe da missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) referiu que o aumento "reflete parcialmente a recuperação da economia", estando num "máximo de ciclo que irá, em algum ponto, descer".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • O FMI deve é ir aconselhar o governo americano a pagar a colossal (palavras daquele pateta que agora faz parte dos seus quadros e que em tempos foi pau-mandado desta gente no desgoverno do Cuelho e da portas) dívida que tem.
    Dono dos Burros | 17.05.2019 | 22.25Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • FMI DEVE ACONSELHAR É O GOVERNO DA GERINGONÇA A POUPAR QUE SÃO UNS MÃOS LARGAS ESTÃO SEMPRE A ESPERA DOS DONATIVOS QUE VÊM DE BRUXELAS
    O povo | 17.05.2019 | 19.18Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não