PUBLICIDADE
Eurovisão

Ministra israelita critica uso de bandeira palestiniana em atuação de Madonna

19 | 05 | 2019   13.08H

A ministra da Cultura israelita, Miri Regev, classificou hoje como "um erro" a presença da bandeira palestiniana nas costas de bailarinos durante a atuação de Madonna na final do Festival Eurovisão da Canção.

"Foi um erro, não podemos misturar a política com um evento cultural, com todo o respeito que devo a Madonna", disse Regev antes do conselho de ministros semanal.

Questionada pelos jornalistas, a ministra, que não assistiu à final do festival no sábado à noite, em Telavive, criticou o organismo de difusão israelita Kan por ter falhado a missão de impedir as bandeiras de aparecerem no ecrã.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Eu não vi quem fora o vencedor da " Eurovisão " mas, segundo consta que a_ Chicona ": atuou com as duas bailarinas que tinham a bandeira da palestina nas suas costas e então, seria bem pior, se elas atuassem com a bandeira da palestina no peito. bailarinas.
    Florinda Maria Oliveira Correia | 20.05.2019 | 18.39Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE