PUBLICIDADE
Actualidade

Associação de moradores pondera interpor ação judicial contra Portugália Plaza em Lisboa

22 | 05 | 2019   02.41H

A Associação Vizinhos em Lisboa pondera avançar com uma ação judicial contra o projeto de requalificação do quarteirão da Portugália, que prevê a construção de um edifício com 60 metros e 16 andares.

Na segunda sessão de debate público do Portugália Plaza, que decorreu no Mercado de Culturas na noite de quarta-feira, Luís Castro, da associação, anunciou a possibilidade de interpor uma providência cautelar caso "se mantenha este tipo de projeto tal como está".

Em declarações à Lusa, à margem do debate organizado pela Junta de Freguesia de Arroios, Luís Castro defendeu que o futuro empreendimento porá "em causa o ambiente e a qualidade de vidas das pessoas", reforçando que os moradores estão a avaliar a "possibilidade de avançar com uma providência cautelar que questione a legitimidade e a legalidade do projeto tal como está".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE