PUBLICIDADE
Actualidade

Cientistas detetam aumento de emissões de gás que destrói camada de ozono

22 | 05 | 2019   18.00H

A produção de um gás que destrói a camada de ozono aumentou desde 2013 apesar de estar proibida, afirmou hoje uma equipa de cientistas, que atribui à China a subida destas emissões.

Num estudo publicado hoje na revista científica Nature, destaca-se que a produção do CFC-11 aumentou 7.000 toneladas em todo o mundo desde 2013, com "indicações claras de um grande aumento das emissões de CFC-11 na China nos últimos anos".

"Nas últimas décadas, temos assistido principalmente à descida de emissões de CFC, por causa do Protocolo de Montreal [de 2010, que baniu o uso de CFC]. Portanto, foi inesperada a descoberta feita no ano passado de que as emissões globais de um dos CFC mais importantes começaram subitamente a aumentar", afirmou o investigador Matt Rigby, da Universidade de Bristol, um dos autores do estudo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE