PUBLICIDADE
Actualidade

Como a água e a luz transformam vidas no Ruanda rural

24 | 05 | 2019   16.49H

Emanuel Habimana exibe orgulhoso a serra elétrica montada na sua bancada de carpinteiro cuspindo, furiosamente, aparas de madeira que se vão acumulando no chão numa camada fofa.

Um a um, os troncos de madeira que faz atravessar pela máquina levam apenas alguns minutos até se transformarem em tábuas. Um processo que antes de a eletricidade chegar à sua aldeia, Rusumo, no distrito de Gicumbi (norte do Ruanda) lhe ocupava um dia inteiro.

O carpinteiro, de 34 anos, é um dos dez milhões de ruandeses que vivem em zonas rurais do país das mil colinas, ou seja, cerca de 80% da população.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE