PUBLICIDADE
Europeias

Eurocéticos crescem no PE, mas sem força para o bloquear

27 | 05 | 2019   01.06H

Os partidos eurocéticos aumentaram a sua representação no Parlamento Europeu nas eleições de domingo, mas sem obter o número de assentos suficiente para bloquearem sozinhos votações decisivas, como "ameaçavam" sondagens anteriores ao escrutínio.

Divididos por três grupos políticos Conservadores e Reformistas (ECR), Europa das Nações e das Liberdades (ENF) e Europa da Liberdade e da Democracia Direita (EFDD), somam no total, 172 eurodeputados, mais 17 que na atual assembleia, segundo dados ainda provisórios.

Mesmo que se unissem num único grupo político, o que é muito improvável, não seriam a maior família política no Parlamento Europeu (PE), lugar que, apesar das perdas, continua a ser do Partido Popular Europeu (PPE), que elegeu 180 deputados, segundo os mesmo resultados provisórios divulgados pelo PE.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE