PUBLICIDADE
Moçambique/Ataques

Estado Islâmico diz que causou mortos e feridos entre militares no norte

04 | 06 | 2019   18.47H

O grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI) afirmou hoje ter causado esta segunda-feira mortos e feridos entre militares moçambicanos, ao deter um ataque do Exército, na região de Cabo Delgado, norte do país.

Este comunicado, no qual não é especificado o número de vítimas, representa a primeira vez que o grupo terrorista reivindica um ataque no norte de Moçambique, região afetada desde outubro de 2017 por ataques armados levados a cabo por grupos criados em mesquitas da região e que eclodiram em Mocímboa da Praia.

"Com o sucesso de Alá Todo-Poderoso e no âmbito da 'Batalha do Atrito', ontem [segunda-feira], os soldados do Califado conseguiram repelir um ataque" do Exército moçambicano na localidade de Metubi, na área de Mocímboa, afirma o EI no comunicado hoje divulgado.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE