PUBLICIDADE
Actualidade

Deputado do CDS acusa ministra da Saúde de "má vontade" no caso da oncologia em Viseu

13 | 06 | 2019   11.02H

O presidente do CDS Viseu disse hoje à agência Lusa que a atual situação da oncologia em Viseu, que os médicos dizem estar em rutura, não acontece por falta de dinheiro, mas sim por má vontade da ministra da Saúde.

"Esta situação acontece, não por falta de constrangimento financeiro, é bom que o país perceba isso, mas por falta de vontade política e por má vontade da senhora ministra. Eu responsabilizo diretamente a senhora ministra, que não quer dotar o hospital de Viseu. E ela depois que atire culpas ao doutor Mário Centeno", ministro das Finanças, acusou Hélder Amaral.

Esta reação surge depois de, na terça-feira, num comunicado conjunto, o Sindicato dos Médicos da Zona Centro, o Sindicato Independente dos Médicos e a secção regional do Centro da Ordem dos Médicos referirem que a situação atingiu "o ponto de rutura e que os colegas oncologistas assumem a incapacidade de garantir a consulta e tratamentos de quimioterapia para novos doentes".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE