PUBLICIDADE
Actualidade

Costa afirma que vai acabar o "monopólio" do PPE nas presidências da União Europeia

14 | 06 | 2019   21.27H

O primeiro-ministro português considerou hoje que qualquer solução política para a nomeação dos presidentes do Conselho, Comissão e Parlamento Europeu implica o fim do "monopólio" de representantes do Partido Popular Europeu (PPE) nestes cargos.

Esta posição foi transmitida por António Costa no final da primeira parte da VI Cimeira dos Países do Sul da União Europeia, em La Valletta, Malta, em que também estiveram presentes os chefes de Estado e de Governo da França (Emmanuel Macron), Espanha (Pedro Sánchez) Itália (Giuseppe Conte), Grécia (Alexis Tsipras), Malta (Joseph Muscat), Chipre (Nicos Anastasiades).

Depois de frisar que este tema dos cargos europeus não foi objeto de debate na cimeira, o líder do executivo nacional disse esperar vontade política para que, até dia 21 deste mês, durante o próximo Conselho Europeu, haja um acordo em torno de uma solução institucional para a União Europeia.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE