PUBLICIDADE
Actualidade

Alunos cegos fazem exames nacionais com 30 páginas em braille

16 | 06 | 2019   05.01H

Mais de 200 exames nacionais foram adaptados para os alunos cegos ou com baixa visão por uma equipa do Ministério da Educação que vê nestes estudantes os "heróis" das escolas portuguesas, ao conseguirem fazer provas com 30 páginas.

Um exame nacional de um aluno cego "pode ter 30 páginas em braille", revelou à Lusa Filomena Pereira, responsável da Direção de Serviços de Educação Especial e Apoios Socioeducativos, um organismo do Ministério da Educação que desde os anos 80 transforma manuais escolares em livros acessíveis para os estudantes cegos do ensino obrigatório.

A poucos dias de começar mais uma época de exames nacionais, que este ano serão realizados por mais de 150 mil alunos do secundário, está tudo pronto para que também os cegos possam realizar as provas.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE