PUBLICIDADE
Tancos

Detetada "falha" de 80 lança-granadas, CDS quer alterar relatório final

18 | 06 | 2019   07.01H

O CDS-PP alegou existir uma diferença de 80 lança-granadas LAW entre o material militar recuperado do furto de Tancos, em 2017, e as listas comunicadas pelo Exército e entregues pela PJ Militar ao Ministério Público.

Esta "significativa discrepância", de 44 para 124 LAW, é referida nas alterações ao relatório final da comissão parlamentar de inquérito ao furto do material militar dos paióis de Tancos de junho de 2017 propostas pelo CDS, e os centristas propõem que, nas conclusões finais, fique expressa essa diferença.

A listagem do material de guerra furtado em Tancos e recuperado pela Polícia Judiciária Militar em outubro de 2017 enviada à comissão parlamentar de Defesa, noticiada pela Lusa em 30 de outubro, e depois transferida para a comissão de inquérito, menciona "44 granadas foguete anti-carro, 66 mm, com espoleta M412A1, com lançador M72A3 - M/986 LAW" e confirma também que falta recuperar cinco granadas e mais de 30 cargas de explosivos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Preparação de golpe/atentado em Portugal?Negócio armas?Inventário impreciso?terá havido roubos anteriores não delatados/detetados.esperemos com curiosidade o resumo do inquérito Parlamentar.
    vitor | 18.06.2019 | 11.04Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE