PUBLICIDADE
Face Oculta

Manuel Godinho julgado por alegadamente desviar 56 mil euros

19 | 06 | 2019   06.36H

Manuel Godinho, principal arguido do processo Face Oculta, está a ser julgado em Santa Maria da Feirapor, em 2017, por ter alegadamente desviado 56 mil euros de uma empresa da qual era gerente, para evitar a cobrança de dividas fiscais.

A primeira sessão do julgamento teve lugar na passada quinta-feira, mas tal como tem acontecido noutros processos onde é arguido, Manuel Godinho não compareceu à audiência, tendo sido representado por uma advogada oficiosa.

Além de Manuel Godinho, o processo tem como arguidos a namorada de um dos filhos do sucateiro e uma advogada, por terem disponibilizado contas bancárias para fazer circular o dinheiro.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE