PUBLICIDADE
Actualidade

Comunidade académica angolana lança "minissatélites" com "valências aéreas espaciais"

19 | 06 | 2019   19.53H

O Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN) de Angola procedeu hoje ao lançamento de 10 "minissatélites", denominados "CanSat", que não entram em órbita, servindo apenas para "pesquisa académica", nomeadamente "medição da pressão atmosférica".

A cerimónia de lançamento, que se enquadra no âmbito do Fórum Angotic Angola 2019, que decorre em Luanda, teve lugar hoje na Escola de Formação de Forças Especiais das Forças Armadas Angolanas (FAA), na zona de Cabo Ledo, cerca de 130 quilómetros a sul da capital angolana.

Construído em formato de uma lata de refrigerante de 330 mililitros e equipada com dispositivos eletrónicos para a receção de dados da missão, coordenadas GPS, altitude máxima e localização e recuperação, os 10 "CanSat" foram construídos por outras tantas equipas de estudantes de várias regiões académicas angolanas.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE