PUBLICIDADE
Actualidade

Jerónimo reitera que é "indispensável" mudar Lei de Bases da Saúde

19 | 06 | 2019   21.21H

O secretário-geral do PCP reiterou hoje que é "indispensável" mudar a Lei de Bases da Saúde e separar o setor público do privado, criticando o PS e BE pela "porta em aberto" à criação de Parcerias Público-Privadas (PPP).

"Mantemos a opinião de que é indispensável e imperioso mudar a Lei de Bases e clarificar, sem ambiguidades, a separação entre o setor público e privado", defendeu Jerónimo de Sousa, afirmando que a proposta do PS "favorece os grandes grupos monopolistas que operam no setor da saúde, prejudicando os doentes, os dinheiros públicos e o Serviço Nacional de Saúde".

O líder comunista falava numa sessão pública no Largo da Misericórdia, em Setúbal, onde não comentou o desacordo político entre o PS e BE em relação ao enquadramento das PPP na Lei de Bases da Saúde, mas criticou os diplomas de ambos os partidos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • PCP,BE e PS revisitaram Arnaut em 1979 só que estamos em 2019 e integrados na EU cum um sistema democrático supostamente liberal e nâo das extremas esquerdas que nada representam em BRUXELAS.O PS que se ponha a pau pois irao a curto prazo sair diretivas sobre SAUDE de BRUXELAS e terâo que obedecer ou ficam sem fundos.É preciso ser realistas e o marxismo foi substituído pelo PARTIDO dos VERDES e suas causas.Os eleitores nâo se revêm já nos partdos tradicionais por estes não terem causas ligadas á proteção da carteira do cidadão comum bombardeado com regras e impostos a agressões culturais.A EU tem em comum o EURO .EUA o Dólar e a mesma LINGUA.
    Zeferino | 22.06.2019 | 09.42Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE