PUBLICIDADE
Actualidade

Jerónimo reitera que é "indispensável" mudar Lei de Bases da Saúde

19 | 06 | 2019   22.01H

(CORREÇÃO) Setúbal, 19 jun 2019 (Lusa) - O secretário-geral do PCP reiterou hoje que é "indispensável" mudar a Lei de Bases da Saúde e separar o setor público do privado, criticando o PS e BE pela "porta em aberto" à criação de Parcerias Público-Privadas (PPP).

"Mantemos a opinião de que é indispensável e imperioso mudar a Lei de Bases e clarificar, sem ambiguidades, a separação entre o setor público e privado", defendeu Jerónimo de Sousa, afirmando que a proposta do PS "favorece os grandes grupos monopolistas que operam no setor da saúde, prejudicando os doentes, os dinheiros públicos e o Serviço Nacional de Saúde".

O líder comunista falava numa sessão pública no Largo da Misericórdia, em Setúbal, onde não comentou o desacordo político entre o PS e BE em relação ao enquadramento das PPP na Lei de Bases da Saúde, mas criticou os diplomas de ambos os partidos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Para um leninista ou stalinista nao era esperada outra posição.O comunismo só traz miséria e subdesenvolvimento ,defende aqui UM SNS fechado sobre ele próprio ignorando que estamos inseridos numa economia liberal da EU e afuga de profissionais para privado ou emigração será a consequência.O ataque permitido á propriedade e liberdades ocidentais é o principio do fim de quadris políticos ,científicos e diferenciados a ficar no País.A população está em decrescendo pois saltar para outro País é saltar 50 anos civilizacionais.Quem quer ficar a viver na Pré-HISTÓRIA ou IDADE MÈDIA???'Os miúdos mais perspicazes estão a escolher cursos que lhes permitam uma emigração com sucesso .
    BABEL | 20.06.2019 | 09.50Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE