PUBLICIDADE
Actualidade

Ordem pede reunião urgente à ARS sobre fecho rotativo de urgências de obstetrícia

20 | 06 | 2019   17.25H

A Ordem dos Médicos informou hoje que vai pedir uma reunião com caráter de urgência à Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) para esclarecer o eventual fecho rotativo das urgências de obstetrícia da capital.

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, citado na nota de imprensa enviada à agência Lusa, referiu que o eventual fecho rotativo das urgências de obstetrícia de quatro dos maiores hospitais de Lisboa "ultrapassa os limites do aceitável e não constitui em si uma solução para o problema que se arrasta".

"É necessário existir um planeamento adequado das necessidades dos serviços, ter uma organização modelar e encontrar verdadeiras soluções para os problemas e não apenas insistir na improvisação em cima do joelho", defende o bastonário.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE