PUBLICIDADE
Actualidade

Professores querem alargar até 12 de julho prazo sobre recuperação do tempo de carreira

20 | 06 | 2019   18.31H

A Fenprof reclamou hoje o alargamento do prazo, de 30 de junho para 12 de julho, para que os professores optem pela modalidade de recuperação do tempo de serviço congelado, tendo já apresentado essa proposta ao Governo.

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof), em comunicado, considerou ser "indispensável o alargamento do prazo" para que os docentes "possam decidir de forma ponderada sobre qual das modalidades deverão adotar para recuperar a parcela já desbloqueada dos nove anos, quatro meses e dois dias a recuperar", ou seja, "para já, dois anos, nove meses e 18 dias".

"Nesse sentido, a Fenprof apresentou ao Ministério da Educação uma proposta de alargamento até 12 de julho do prazo para a manifestação de opção", que, atualmente, termina a 30 de junho, pode ler-se no comunicado.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • O QUE ESTES COVEIROS QUEREM É SEREM DESPEDIDOS PASSEM PARA OS PRIVADOS QUE OS METEM NA LINHA HÁ MUITÍSSIMOS TRABALHADORES QUE ESTÃO É FORAM PREJUDICADOS E ESTÃO CALADOS SÓ NESTA TERRA E QUE FAZEM O QUE QUEREM NÃO HÁ UM GOVERNO COM ELES NO SÍTIO VERGONHA
    O povo | 20.06.2019 | 18.51Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE