PUBLICIDADE
Actualidade

Bastonário dos Médicos diz que situação em maternidades "ultrapassa o aceitável"

22 | 06 | 2019   13.48H

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, considerou hoje que a situação nas urgências externas das maternidades, decorrente da falta de especialistas em Ginecologia e Obstetrícia, "ultrapassa os limites do aceitável".

"O que está a acontecer ultrapassa os limites do aceitável e só contribui para um sentimento de insegurança indesejável. É necessário existir um planeamento adequado das necessidades dos serviços, ter uma organização modelar e encontrar verdadeiras soluções para os problemas e não apenas insistir na improvisação em cima do joelho", frisa Miguel Guimarães, num comunicado a propósito de dificuldades em 13 maternidades do Norte do país hoje reveladas, que se somam às já divulgadas quanto à região de Lisboa e do Sul.

No caso do Norte, sublinha o bastonário, a Ordem dos Médicos "já tinha alertado que as apenas cinco vagas para especialistas em Ginecologia/Obstetrícia impostas pelo Ministério da Saúde para a região (em 45 vagas abertas este ano a nível nacional) eram manifestamente insuficientes para uma população de 3,7 milhões de pessoas, mas nada foi feito para corrigir a situação".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

4 comentários

  • Toda a vida os médicos foram uma cambada de chulos e privilegiados. Sempre tiveram ordenados chorudos no SNS comparados com os demais funcionários, portanto deviam de estar bem caladinhos; depois, deveria haver inspeções surpresa aos serviços e ver onde estão eles a fazer serviço, porque praticamente todos têm os seus consultórios privados ou fazem serviços em clinicas e muitas vezes !!!!!!!!!!!!! Estes tipos, jamais deveriam poder exercer a profissão fora do SNS, caso sejam funcionários deste serviço, ou num lado ou no outro.
    SNS - f | 28.06.2019 | 15.29Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O Governo faz má gestão?Só um hospital do NORTE com gestão privada para manter o SERVIÇO contratou 5 obstetras e o ESTADO/GOVERNO nada faz de satisfatório.UM SNS sem concorrência será sempre negativo.A burocracia no SNS impede prestação de cuidados.No SNS as adiministraçoes são de escolha politica,nos privados e PPS são mérocratas privados.
    amélia | 23.06.2019 | 11.04Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O BASTONÁRIO DOS MÉDICOS MIGUEL GUIMARÃES FALA MAS NÃO DIZ NADA SE ESTA MAL SAIA DO PÚBLICO E VÁ PARA O PRIVADO TÃO FÁCIL
    O povo | 22.06.2019 | 20.08Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • OS MÉDICOS QUE HÁ CHEGAM PARA OS PARTOS QUE POSSAM HAVER DOS QUE SÃO PORTUGUESES O PROBLEMA SÃO OS QUE VÊM DOUTROS PAÍS TEREM CÁ OS FILHOS ISSO É QUE É A REALIDADE DESTE CONTENTOR DO LIXO VÃO AS MATERNIDADES E FASSAM UM INVENTÁRIO DOS QUE LÁ ESTÃO
    O povinho | 22.06.2019 | 14.53Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE