PUBLICIDADE
Actualidade

Nissan aprova reforma dos órgãos de gestão para prevenir concentração de poder

25 | 06 | 2019   06.29H

A assembleia-geral de acionistas da Nissan aprovou hoje a reforma dos seus órgãos de gestão para prevenir a concentração de poder que acumulou até 2018 o ex-presidente, Carlos Ghosn, acusado de crimes financeiros.

A votação foi realizada no final da assembleia-geral ordinária da Nissan na cidade de Yokohama, a sul de Tóquio, que durou duas horas e meia e contou com a presença dos altos quadros da Nissan e do seu aliado, a Renault.

Os acionistas aprovaram a criação de três comités. Um deles ficará responsável pela nomeação de cargos, outro pelas remunerações e o terceiro pela auditoria interna.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE