PUBLICIDADE
Actualidade

Centeno admite que debate sobre fiscalidade pode levar a taxa de IRC mínima na UE

26 | 06 | 2019   11.32H

O ministro das Finanças disse hoje que uma taxa mínima de imposto sobre as empresas pode ser a consequência do debate sobre fiscalidade na UE e que não faz sentido soluções unilaterais na taxação sobre a economia digital.

"É um debate que tem existido [sobre taxas mínimas de IRC], não está nas questões identificadas isoladamente como tal na União Europeia, no Conselho, na Comissão, mas no âmbito do segundo pilar a existência de uma taxa mínima de IRC pode ser uma consequência deste debate", disse Mário Centeno, na comissão parlamentar de Assuntos Europeus, ao deputado do CDS-PP Mota Soares que o tinha questionado se está a ser debatida a nível europeu uma taxação mínima sobre as empresas.

A audição a Centeno aconteceu por requerimento do partido democrata-cristão que quis ouvir o ministro sobre o debate que está a ser feito a nível europeu sobre fiscalidade e o documento da Comissão Europeia discutido na reunião dos ministros das Finanças da UE (Ecofin) de 17 de maio, tendo considerado Pedro Mota Soares que é "intolerável" o Governo português ter discussões em Bruxelas de que não dá conta ao parlamento.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE