PUBLICIDADE
Actualidade

DECO pede mais fiscalização e regulamentação ao negócio do aluguer de trotinetas

27 | 06 | 2019   06.00H

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor pediu hoje mais regulamentação e fiscalização à atividade de aluguer de trotinetas em Lisboa, depois de ter detetado falhas que, em alguns casos, desresponsabilizam operadores em detrimento dos utilizadores.

"A fiscalização falhou" por parte do Instituto da Mobilidade e dos Transportes e da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes, a quem a DECO já enviou cartas a alertar para as "falhas bastante graves" que encontrou, disse à agência Lusa Paulo Fonseca, coordenador do departamento jurídico da associação.

A DECO defendeu que "há mais a fazer" e que "é fundamental criar regulamentação local, como o Porto já propôs, com regras de partilha do espaço público" na capital.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE