PUBLICIDADE
Actualidade

Portugal adere à Coligação Internacional para a Igualdade Salarial

08 | 07 | 2019   13.17H

Portugal aderiu à Coligação Internacional para a igualdade salarial (EPIC), organização criada em 2017 e que reúne países empenhados na igualdade salarial através de medidas concretas, foi hoje anunciado.

Num comunicado hoje divulgado, o Ministério da Presidência e da Modernização Administrativa afirma que "a EPIC reúne países empenhados na igualdade salarial através de medidas concretas e pretende apoiar os Estados-membros a atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), designadamente, o cruzamento do ODS 8 que apela à aplicação do princípio de salário igual para trabalho de igual valor com o ODS 5 que visa alcançar a igualdade de género e empoderar todas as mulheres e raparigas".

Com esta adesão, Portugal passa a ser o 11.º país membro da EPIC, juntando-se a países como o Canadá, a Alemanha e a Islândia e também a um conjunto de entidades públicas, parceiros sociais, empresas, e outras entidades com atuação nesta área, afirma o ministério.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

8 comentários

  • Em Portugal haverá mais 600 000 mulheres que homens logo na lista das importações deveriam estar importação de homens para tanta mulher sem parelha para aumentar população e demografia.Tarefaa difícil pois economicamente fiscalmente estabilidade etc não existe e emigrates qualificados prferem países mais ricos e desenvolvidos onde salario cgega a ser em certos setotres cerca de 15 vezes superioa aos de PORTGAL.Inglaterra,Alemanha,Katar,Dubai etc.
    TORY | 14.07.2019 | 12.26Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Não percebo porque denunciam comentários na vez de os desmentir com fatos reais existentes na NET.Para já é preciso dizer onde os salários são desiguais e porquê.Estive a consultar PORDATA e 60% dos médicos são mulheres e quase 80% dos enfermeiros tb são mulheres etc.Aqui não existem cotas?Que saiba os salários são iguais para ambos os sexos.Há um empoderamento real feminino nestas funções e outras.Por outro lado o ESTADO exerce funções em que noutros países são privados ou há concorrência entre privado e publico ,veja-se RU,EUA etc.Estas e outras medidas em países subdesenvolvidos como Portugal empurram os homens para a emigração e deixam as mulheres sem parceiros para acasalar os romenos,africanos,chineses,eslovacos etc tomatrao o seu lugar. É a maior revolução na futura população portuguesa que será a mais disfuncional e multicultural,Virá a ser assim?Irá acontecer esta transformação silenciosa da população portuguesa?O censo de casamentos para onde aponta ?nesta altura.
    cisa | 10.07.2019 | 11.36Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O Comentário aí em baixo do POVO, revela muta raiva, ódio aos funcionários públicos como se os funcionários públicos fossem os causadores dos baixos ordenados no privado. Ó POVO, se tens um bocadinho de massa cinzenta nessa cabeça já pensaste o que seria dos trabalhadores do privado se não houvessem aumentos no Estado ? Se trabalhas no privado, alguma vez aderiste a uma greve ? Não venhas com a música de que se fizesses greve eras logo despedido, até porque repara nos camionistas onde não há conhecimento de que algum tenha sido despedido, mas os sindicatos são outros e não fazem parte da UGT nem da CGTP que são centrais sindicais ao serviço dos GOVERNOS, dos seus partidos não é verdade ? ENCOSTADOS AOS FUNCIONÉRIOS PÚBLICOS OS PRIVADOS LÁ VÃO INDO, mas não te esqueças que não é por 20 ou 30 euros no salário mínimo que os escravos, os verdadeiros escravos do Estado estão mais ricos que nos privados ! deves olhar é para aqueles grandes ordenados no Estado e também no PRIVADO, onde os detentores desses grandes vencimentos nada fazem, andam bem vestidinhos, em bons carros, comem bem e fo+++dem a vida de quem trabalha. MAS NÃO TENHAS ILUSÕES, o MUNDO foi sempre assim e aqueles que apregoam a boa DOUTRINA, são aqueles que há SÉCULOS ANDAM A ESCRAVISAR O POVO e este POVO de tão BURRO QUE É até se dá ao LUXO de correr a votar nestes CHULOS, PARASITAS, LADRÕES, MENTIROSOS de profissão, que esta RALÉ de POLITICOS e é contra estes que te deves REVOLTAR e não aos POBRES FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS QUE TÊM UM ORDENADO DE MERDA, QUE É O S.M.N..
    IDIOTA | 09.07.2019 | 15.52Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Com estas tretas todas PORTUGAL será em breve prazo um Pais sem homens ,pois estão a optar pela emigração em massa.Nos balcões de front office empresas e estado cada vez encontro menos homens e mais mulheres.Poderá a breve prazo ter que ser feita importação de homens de países menos evoluídos para manter alguma demografia.Anda tudo louco,falta maturide e visão do futuro.
    fernando | 09.07.2019 | 12.54Hver comentário denunciado
  • Na administração pública portuguesa, as mulheres são 63% dos funcionários públicos. Além disso, as mulheres são largamente a maioria das chefias e técnicos superiores. Em Portugal, quem tem emprego seguro e bem pago, são as mulheres.
    Ah, pois é! | 09.07.2019 | 08.59Hver comentário denunciado
  • CAMPANHA ELEITORAL LÁ TERÃO QUE OS PRIVADOS TRABALHAR MAIS É DESCONTAR MUITO MAIS PARA O PÚBLICO VEJAM O ORDENADO MÍNIMO QUEM RECEBE MAIS VERGONHA É SÓ PARA O PÚBLICO PÚBLICO DVIAM DE PARAR E PENSAR O QUE NÃO FAZEM
    O povo | 08.07.2019 | 15.43Hver comentário denunciado
  • A nível mundial os homicidios matam mais homens que mulheres apesar do histerismo sobre feminicidio.Estao a surgir com a queda do marxismo falhado alternativas com mais do mesmo .Para isto tudo é preciso forte atividade económica e ai sim o mérito deve prevalecer e a trabalho igual salário igualEstou convencido que os conflitos entre género ,minorias , maiorias e hegemonias vai ser o gatilho para uma terceira guerra mundial. que resolverá todos os problemas e as rivalidades das POTENCIAS.
    bábá | 08.07.2019 | 14.06Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Ora nem! Vamos receber o mesmo que os suecos para a mesma tarefa? Palavreado. Há dias o SS ( o do ditos negócios estrangeiros) afirmava que era um excelente acordo o da UE com o Mercosul. O imbecil aprova a morte do pouco que resta de agricultura e acha isso um "must". Também, aprovou o acordo de Marrocos sobre a imigração económica, também para ele termos que sustentar estes parasitas é uma excelente medida. É o PS a governar, mas infelizmente quem o substituir não vai deitar estes acordos para o lixo,
    Dono dos Burros | 08.07.2019 | 14.05Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE