PUBLICIDADE
Actualidade

PSD, CDS e PS inviabilizam proposta do BE para alargar ao privado dispensa dos pais no 1.º dia de aulas

10 | 07 | 2019   20.02H

A proposta do BE para alargar ao privado a dispensa para acompanhamento de menores no primeiro dia de escola não foi admitida hoje à votação, devido ao chumbo do PSD e do CDS/PP e à abstenção do PS.

Em causa estava uma proposta dos bloquistas que pretendia alargar aos trabalhadores do setor privado uma medida para a função pública publicada recentemente que estabelece a possibilidade de dispensa até três horas para acompanhamento de menores de 12 anos no primeiro dia de escola.

Segundo disse à Lusa o deputado do BE José Soeiro, a admissão da proposta a votação - que tinha sido apresentada pelos bloquistas há uma semana no grupo de trabalho das leis laborais - foi rejeitada hoje na comissão parlamentar com os votos contra do PSD e do CDS e a abstenção do PS.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • OS PRIVADOS SÃO OS ESCRAVOS DESTE PAÍS QUE TÊM QUE TRABALHAR PARA SUSTENTAR O PÚBLICO NÃO TÊM DIREITOS SÓ DEVERES VERGONHA NACIONAL O PRIVADO TEM QUE DAR UMA GRANDÍSSIMA LIÇÃO A ESTES PARASITAS DESTA TERRA
    O povo | 10.07.2019 | 20.35Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE