PUBLICIDADE
Actualidade

PSD compromete-se a "abolir" rendas fixas garantidas nas renováveis

11 | 07 | 2019   18.55H

O PSD comprometeu-se hoje a "abolir de vez" as rendas fixas garantidas no setor das energias renováveis, dizendo querer apostar nesse setor, mas sem consequências para os consumidores, e a decretar emergência climática se for Governo.

Na apresentação de um documento com as principais ideias do PSD para combater as alterações climáticas, o vice-presidente do partido e porta-voz do Conselho Nacional Estratégico para a área da Energia, Ambiente e Natureza, Salvador Malheiro, considerou que essas rendas fixas garantidas eram compreensíveis há alguns anos para promover as renováveis, mas já não atualmente.

"Conhecemos bem os reflexos bem dessas rendas fixas garantidas no passado: contribuíram para défices tarifários e para os custos de interesse económico geral (CIEG), com que todos os meses somos confrontados na nossa fatura de eletricidade", afirmou, numa conferência de imprensa em que surgiu ao lado do presidente do PSD, Rui Rio, e do cabeça de lista pelo Porto às legislativas, Hugo Carvalho.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE