PUBLICIDADE
Actualidade

Relação de Lisboa voltar a anular decisão de juiz Ivo Rosa no caso EDP

11 | 07 | 2019   19.20H

O Tribunal da Relação de Lisboa voltou hoje a revogar a decisão do juiz de instrução Ivo Rosa de que os 'emails' apreendidos na "Operação Marquês" e no caso BES não podiam ser utilizados no processo EDP.

A Relação de Lisboa já tinha tomado uma decisão no mesmo sentido em fevereiro, mas esta foi anulada após uma contestação dos arguidos, tendo o tribunal voltado a reapreciar o caso.

Na altura, a defesa do presidente da EDP, António Mexia, e do presidente da EDP Renováveis, João Manso Neto, arguidos no caso EDP, argumentou que o relator do acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) Ricardo Cardoso é casado, desde 09 de novembro de 2002, com a juíza desembargadora Anabela dos Santos Simões de Figueiredo Cardoso, que, segundo os advogados, interveio como juíza desembargadora adjunta num recurso que declarou a nulidade de um outro despacho de Ivo Rosa no caso EDP/CMEC.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • É um problema comum em Portugal. Os que realmente contam são meia-dúzia. O resto? O resto já Fernão Lopes os apelidava de arraia-miúda. São todos membros da Família.
    Dono dos Burros | 12.07.2019 | 00.20Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE