PUBLICIDADE
Actualidade

Guiné Equatorial precisa de apoio do FMI para combater crise -- PR (REPETIÇÃO)

12 | 07 | 2019   09.01H

O Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, afirmou hoje que o país necessita de recursos financeiros e apoios do Fundo Monetário Internacional (FMI) para fazer face à crise económica, acentuada pela queda dos preços do petróleo.

"Nós temos representantes do Fundo que nos assistem", mas ainda "não chegámos a um acordo", afirmou à agência Lusa em Malabo Teodoro Obiang.

O chefe de Estado garantiu que "o acordo chegará no momento certo", mas ressalvou que "isso depende do Fundo" e não das autoridades equato-guineenses.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE