PUBLICIDADE
Actualidade

Recenseados 230 mil eleitores a mais na província moçambicana de Gaza - INE

12 | 07 | 2019   17.54H

Os órgãos eleitorais moçambicanos recensearam cerca de 230 mil eleitores a mais do que o número da população em idade eleitoral na província de Gaza, sul de Moçambique, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

O INE divulgou na quinta-feira tabelas que enviou ao Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) e à Comissão Nacional de Eleições (CNE) sobre o número e percentagem de população com idade igual ou superior a 18 anos, o mínimo para votar em Moçambique.

A divulgação das tabelas surge na sequência de acusações dos partidos da oposição e de organizações da sociedade civil de que o recenseamento eleitoral na província de Gaza, sul de Moçambique, foi manipulado pelo STAE com a conivência da CNE, para empolar ficticiamente os dados do censo e aumentar o número de mandatos neste ponto do país.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Herança do colonialismo, as chapeladas. Não faz mal, antes a mais que a menos. Ficam já recenseados. Cá em Portugal vai ser igual, com a ânsia que eles andam, para depois terem a desculpa: foi o computador! Mas o que é que isso interessa? Digam-me qual é o país em que o voto conta para alguma coisa?
    Dono dos Burros | 12.07.2019 | 20.47Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE