PUBLICIDADE
Actualidade

Angola, RDCongo, Ruanda e Uganda pedem "diálogo permanente" para resolução de conflitos

12 | 07 | 2019   18.34H

Os Presidentes de Angola, República Democrática do Congo (RDCongo), Ruanda e Uganda destacaram hoje, em Luanda, a importância de um diálogo "permanente, franco e aberto" na região dos Grandes Lagos para se obter a paz e estabilidade na região.

No comunicado final da cimeira quadripartida solicitada pelo chefe de Estado angolano, João Lourenço, em que participaram também os homólogos congolense, Félix Tshisekedi, ruandês, Paul Kagamé, e ugandês, Yoweri Museveni, que decorreu hoje na capital de Angola, os chefes de Estado concordaram que a resolução de qualquer conflito deve ser feita por meios pacíficos, "através dos canais convencionais e no espírito de irmandade e solidariedade africanas".

Os líderes defenderam ainda que é preciso interligar o diálogo para a paz à integração económica e, nesse sentido, deram especial atenção aos conflitos fronteiriços entre o Ruanda e Uganda, e também entre os três países, com a inclusão da RDCongo, e destacaram a "vontade política" das partes em prosseguir o diálogo para que se encontre uma solução para os problemas existentes.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE