PUBLICIDADE
Actualidade

Compacto Lusófono "é uma declaração" sem garantia de financiamento - Carlos Lopes

14 | 07 | 2019   05.01H

O antigo secretário-geral adjunto da ONU e alto representante da União Africana para as parcerias com a Europa, Carlos Lopes, afirmou à Lusa que o Compacto Lusófono, é apenas "uma declaração", sem garantias de financiamento.

"Os instrumentos que permitem ter garantias de financiamento para os projetos não são instrumentos do tipo do Compacto. São outro tipo de programas", afirmou Carlos Lopes, numa entrevista à Lusa, em Lisboa, onde recebeu esta semana o "Prémio José Aparecido de Oliveira", da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que lhe tinha sido atribuído em 2016.

O académico guineense, que no ano passado foi considerado uma das 100 personalidades mais influentes de África, numa lista elaborada pela revista 'New African', afirmou que o modelo do Compacto "introduz muitas dúvidas".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE