PUBLICIDADE
Actualidade

Português que vai representar UE na OMC defende reforma para evitar "faroeste" comercial

14 | 07 | 2019   09.42H

O novo líder da missão permanente da União Europeia (UE) junto da Organização Mundial do Comércio (OMC), o português João Aguiar Machado, alertou hoje para a necessidade de reformar "rapidamente" aquele organismo, visando evitar um "faroeste" nas relações comerciais.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

3 comentários

  • A noticia parece estar a chamar cow.boy a TRUMP e é um mau começo para quem exporta aço ,alumínio,carros etc para EUA.As Lages inclusive vao ser renegociadas,quer o representante pensar que está no tempo das velhas cruzadas quando hoje as novas cruzadas estão do lado dos EUA ;NEOZELANDIA E JAPAO.A CEE/EU neste contexto valem zero.Quando EU vai perceber q com TRUMP ou sem TRUMP as politicas internacionais mudaram e qem não se adaptar morre.
    COW | 14.07.2019 | 15.15Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Portugal é um fornecedor de primeira qualidade quando se trata de "verbos de encher". Tenhamos calma. Aguardemos para ver quem ri no fim. Se o saber milenar do Império Celeste ou se o Império da Guerra e do Crime anglo-sionista.
    Dono dos Burros | 14.07.2019 | 14.02Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Houve já vários impasses na OMC após a sua criação e está inteiramente dependente dos EUA.A EU nâo tem peso para nada ,Aliáz nasceu em 1995 e está a ser ignorada pelos EUA pois hoje os mercados e as relações comeciais são diferentes.O êxito de qualquer acordo como no passado depende de TRUMP que representa AINDA A MAIOR ECONOMIA DO PLANETA.Vai ser mais uma batalha perdida e criado impasse pois politica dos EUA hoje não encaixa em acordo desvantajosos para AMÉRICA.TRUMP vai enfrentar nesta reunião os seus detratores internacionais.países não podem afrontar TRUMP e ao mesmo tempo quere acordos com o mesmo.segundo a SNRA CLINTON afirmou recentemente os EUA são AINDA a maior POTENCIA MUNDIAL e quem a enfrenta sofre consequências.
    LaurEntino | 14.07.2019 | 12.01Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE