PUBLICIDADE
Actualidade

Oposição da Guiné Equatorial critica "farsa" que simula democracia no país

14 | 07 | 2019   12.55H

Os principais dirigentes políticos da oposição na Guiné Equatorial classificaram hoje as negociações promovidas pelo Presidente, Teodoro Obiang, como uma "farsa" para "fingir que há democracia" no país.

Os dois partidos da oposição que concorreram contra o partido presidencial em 2017 e a coligação de exilados acusam o regime de manter torturas, prisões arbitrárias, impedir liberdades políticas e "mascarar" esses atos com "ações de propaganda" como a mesa de diálogo com opositores.

Teodoro Obiang disse à Lusa que a mesa de diálogo com a oposição foi um "estender de mãos" a quem se lhe opunha.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE