PUBLICIDADE
Actualidade

Flip termina com autores de Portugal e Angola entre os mais vendidos

15 | 07 | 2019   00.09H

A Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) terminou no domingo com os livros "Memórias da Plantação", da portuguesa Grada Kilomba, e "Também os brancos sabem dançar", do angolano Kalaf Epalanga, entre os mais vendidos.

A obra de Kilomba foi a mais comercializada na livraria oficial, enquanto o romance de estreia de Epalanga ficou em quarto lugar, informaram os organizadores da Flip.

Durante cinco dias, a festa literária que acontece anualmente em Paraty, no estado brasileiro do Rio de Janeiro, reuniu 42 convidados, que participaram em debates sobre Euclides da Cunha, autor homenageado em 2019, e outros temas como ciência, meio ambiente, o papel da mulher nas sociedades tradicionais, conflitos, música e literatura, e arquitetura.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE