PUBLICIDADE
Actualidade

Airbus afasta qualquer correlação entre "cheiros estranhos" e mal-estar da tripulação dos A330 Neo

15 | 07 | 2019   14.35H

A Airbus garantiu numa carta enviada à TAP que não existe qualquer correlação entre os cheiros estranhos que têm sido detetados nos novos aviões A330 Neo e os sintomas de desconforto na tripulação.

Numa carta datada de 11 de julho, a que a agência Lusa teve acesso, a Airbus diz que após uma análise a situações de situação de desconforto identificadas por alguns clientes dos A33Oneo, foi possível identificar dois efeitos diferentes "cheiros estranhos" na cabine e sintomas de desconforto, não havendo "nenhuma correlação entre estes dois efeitos".

No documento, a Airbus diz ter em curso "inquéritos técnicos" para apurar as causas do cheiro estranho, nomeadamente ao nível do sistema de ar condicionado, para as quais "já tomou medidas corretivas".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE