PUBLICIDADE
Actualidade

Um morto e dois feridos em ação policial na Nicarágua que visou opositores do Presidente

18 | 07 | 2019   06.51H

Um homem morreu e duas pessoas ficaram feridas ao serem atingidos por tiros disparados pela polícia da Nicarágua, num possível caso de "repressão mortal" contra opositores do Presidente, indicou a organização não-governamental (ONG) Amnistia Internacional.

"As circunstâncias da operação, como o perfil das vítimas, sugerem que pode haver um novo caso de repressão mortal contra a dissidência", sustentou, em comunicado, a ONG de defesa dos direitos humanos Amnistia Internacional, sobre o caso ocorrido na quarta-feira, na cidade de Leon, a 90 quilómetros de Manágua.

Também o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, escreveu na rede social Twitter que se estava perante "um homicídio" e exigiu que os culpados sejam condenados.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE