PUBLICIDADE
Eleições

PSD diz ter margem para atualização de salários "pelo menos" à taxa da inflação

18 | 07 | 2019   18.33H

O PSD afirmou hoje que existe margem no seu cenário macroeconómico para atualizar salários pelo menos à taxa da inflação, e que utilizará o excedente de 800 milhões de euros para valorização remuneratória dos funcionários públicos atuais.

"No programa do PSD assumimos que o pessoal do Estado não aumenta. A margem para despesas com pessoal não é para colocar mais pessoas, é para remunerar melhor os atuais funcionários públicos, o que não quer dizer que não haja setores em que não possam aumentar", afirmou Álvaro Almeida, coordenador do Conselho Estratégico Nacional do PSD para as Finanças Pública.

Numa conferência de imprensa de apresentação das linhas fundamentais do programa eleitoral do PSD para a gestão e controlo da despesa pública, Álvaro Almeida e o porta-voz da área, Joaquim Sarmento, procuraram responder indiretamente às críticas do PS de que o cenário macroeconómico do PSD abriria um buraco de 7,2 mil milhões de euros, ao prometer a redução da carga fiscal e aumento do investimento público na próxima legislatura se for Governo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE