PUBLICIDADE
Migrações

Ursula von der Leyen defende solidariedade na UE e resgates no mar

19 | 07 | 2019   06.03H

A presidente eleita da Comissão Europeia comprometeu-se na quinta-feira em garantir uma política migratória "solidária" com os países que enfrentam o fenómeno, mas defendeu os resgates no Mediterrâneo.

A alemã Ursula von der Leyen, em declarações ao grupo de imprensa LENA, que inclui títulos como o El País ou o Die Welt, afirmou: "É uma obrigação humana resgatar as pessoas que se estão a afogar. O que a Itália quer é uma reforma do sistema disfuncional de Dublin".

Von der Leyen aludiu assim à fórmula que obriga o primeiro país da União Europeia a receber os refugiados a gerir a sua candidatura a asilo, questionando: "Como foi possível ter-se assinado um acordo tão cheio de problemas?"

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE