PUBLICIDADE
Actualidade

Irão pede a Reino Unido que não seja cúmplice do "terrorismo económico" dos EUA

20 | 07 | 2019   12.50H

O ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros, Mohamad Yavad Zarif, exigiu hoje ao Reino Unido que deixe de ser "cúmplice" das sanções dos Estados Unidos contra o Irão.

A mensagem foi escrita na conta oficial do ministro na rede social 'Twitter', um dia após a captura pelo Irão de um petroleiro britânico no estreito de Ormuz.

"O Reino Unido deve deixar de ser cúmplice do terrorismo económico dos Estados Unidos", escreveu Zarif na sua conta, em alusão às sanções impostas por Washington ao Irão depois de se retirar do acordo nuclear de 2015.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE