PUBLICIDADE
Actualidade

Cientistas escoceses inventam "língua artificial" para detetar falsificações de whisky

06 | 08 | 2019   17.48H

Cientistas escoceses desenvolveram uma língua artificial que é capaz de detetar diferenças subtis entre distintas variedades de whisky e identificar falsificações.

Num artigo publicado hoje na revista britânica Nanoscale, da Real Academia de Química, é explicado como engenheiros e químicos das universidades de Glasgow e Strathclyde conseguiram construir "um pequeno provador" que explora as propriedades do ouro e do alumínio para identificar diferenças entre bebidas alcoólicas.

A equipa conseguiu que duas lâminas microscópicas de ouro e de alumínio, dispostas sobre um tabuleiro para agirem como papilas gustativas (aproximadamente 500 vezes menores do que os seus equivalentes humanos) da língua artificial, na qual derramaram amostras de whisky e mediram como absorvem a luz enquanto submersas.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE