PUBLICIDADE
Actualidade

Mais de 3.300 acusações em Macau por consumo de tabaco em locais proibidos até julho

08 | 08 | 2019   06.24H

Mais de 3.300 pessoas foram acusadas em Macau, nos primeiros sete meses do ano, por fumarem em locais proibidos, anunciaram hoje os Serviços de Saúde do território.

No total, 3.393 acusações foram registadas devido a ilegalidades no consumo e na venda de tabaco, a maioria das quais "referentes a fumadores ilegais" (3.371), um aumento de 4,1% em relação ao período homólogo do ano passado.

De acordo com os dados divulgados pelos Serviços de Saúde de Macau, 93,7% dos infratores são do sexo masculino.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE