PUBLICIDADE
Motoristas

PCP está solidário com motoristas mas teme limitações ao direito à greve - Jerónimo

15 | 08 | 2019   16.47H

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, disse hoje que o partido está "solidário" com os motoristas de pesados, mas advertiu que a paralisação por tempo indeterminado em curso no setor pode contribuir para "limitar direito à greve".

"Não haja a menor dúvida: o PCP é inteiramente solidário com os trabalhadores do setor e as suas reivindicações", afirmou Jerónimo de Sousa aos cerca de 300 militantes presentes no comício de verão que o PCP realiza anualmente junto à praia de Monte Gordo, Vila Real de Santo António, e que serviu para apresentar o cabeça de lista da CDU pelo distrito de Faro à Assembleia da República, Tiago Raposo.

O secretário-geral do PCP considerou que "não é, entretanto, possível iludir a operação que se desenvolve e as vozes que se vão ouvindo a dar lastro para pôr em causa o direito à greve", referindo-se a mecanismos como a requisição civil, que o Governo decretou, alegando incumprimento de serviços mínimos, para minorar os impactos da paralisação dos motoristas de matérias perigosas em curso desde as 00:00 de segunda-feira.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

6 comentários

  • ACABEM COM OS SINDICATOS E PCP
    O ze | 19.08.2019 | 13.03Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Mas quem é o idiota que vota nesta trampa ?
    rua | 16.08.2019 | 16.45Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O direito á greve já está em causa quando na vez de serviços mínimos se decretam serviços máximos.imaginem PS ganhar eleições e a DITADURA que será´IMPOSTA em todos os setores.Parece vingança por serem praticamente expulsos das negociações em BRUXELAS,é vêm demonstrar força antidemocr´tica que á luz dos investidores é sinalde parceiros nao liberais e quem quer contribuir para o desenvolvimento de um País acentuadamente marxista e anti-BRUXELAS , EUA,Itália,Polonia,Hungria,Áustria etc?Ps entalado poderá juntar.se á famili dos GUE pois tem atuação esquizofrénica.No Pais alia-se á extrema esquerda em bruxelas dizem -se socialistas e nao GUE e sim S&D
    Lucio | 16.08.2019 | 12.03Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • As greves são consequência da incapacidade da Justiça e dos políticos que os governos legalizam muito contrariados para se pavonearem de democratas! Curiosamente os partidos políticos que mais defendem as greves, as fomentam e incentivam idolatram líderes de regimes comunistas que não precisam de leis para proibir as greves; a feroz repressão, a prisão, a tortura e a eliminação física foram e são eficazes para manter os trabalhadores submissos e cumpridores de todas as condições que lhes são impostas. Se por azar do destino os comunistas fossem governo com certeza que as manifestações e as greves seriam liminarmente proibidas, a censura imposta e o Forte de Peniche aberto com nova gerência!
    Jesus Cristo laico | 15.08.2019 | 22.51Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Os chineses dizem: "os actos, falam mais alto que as palavras". Deste lado da luta, não sendo "comunista" do PCP acho que nem em palavras, quanto mais em actos. Deviam ter aprendido alguma coisa com o PCF e a sua passagem pelo Governo. Pelos vistos não aprenderam. Apoiar o partido da reacção, da burguesia, dos capitalistas, do arqui-inimigo, só se a Pátria estiver sob ocupação e mesmo aí com peso conta e medida O PS tem quem tem à frete dele. Como dizem os americanos, compravam-lhe um carro usado?
    Dono dos Burros | 15.08.2019 | 21.18Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • ACORDARAM ESTAVAM DESAPARECIDOS ESTÃO A VER O TAPETE A FUGIR
    O povinho | 15.08.2019 | 18.13Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE