PUBLICIDADE
Sudão

Militares e movimento de contestação assinam acordo de transição

17 | 08 | 2019   15.48H

Os militares no poder no Sudão e representantes do movimento civil de contestação assinaram hoje um acordo que abre caminho à transferência do poder para os civis, numa cerimónia na capital, Cartum.

O acordo foi assinado pelo "número dois" do Conselho Militar, Mohammed Hamdan Daglo, e pelo representante da plataforma civil, a Aliança para a Liberdade e a Mudança, Ahmed Al-Rabie, na presença de vários dignitários estrangeiros.

A assinatura marca o fim de semanas de difíceis negociações, mediadas pela União Africana (UA) e pela Etiópia, que permitiram, no princípio de agosto, um acordo entre as duas partes para um documento constitucional, o qual foi hoje ratificado oficialmente.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE