PUBLICIDADE
Actualidade

Angola apela a grupo de oito mil congoleses que regresse a campo de refugiados

19 | 08 | 2019   09.51H

As autoridades angolanas alegaram hoje que estão a tentar convencer o grupo de oito mil refugiados congoleses que abandonaram o campo onde estavam, em Lóvua, a regressarem ao local em vez de irem para a República Democrática do Congo (RDCongo)

Dos 23.600 refugiados que estavam no campo, cerca de oito mil iniciaram uma caminhada de uma centena de quilómetros para regressarem ao seu país, de onde saíram há dois anos

Um comunicado do governo da província da Lunda Norte, a que agência Lusa teve hoje acesso, refere que entre sábado e domingo, o grupo de refugiados decidiu abandonar à pé, o campo de refugiados do Lóvua "por sua livre e espontânea vontade", rumo à fronteira com a RDCongo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE