PUBLICIDADE
Actualidade

Polícia de Macau nega detenções em local onde proibiu protesto solidário com Hong Kong

20 | 08 | 2019   05.26H

A polícia de Macau negou hoje a detenção "de qualquer indivíduo" numa operação, na segunda-feira, num local onde tinha sido proibido um protesto para condenar a violência usada pelas forças de segurança de Hong Kong.

Numa resposta enviada à agência Lusa, a PSP confirmou o reforço policial na zona "para manter a ordem" na praça do Leal Senado e que "levou sete indivíduos suspeitos para o Comissariado da Zona Norte para o efeito de identificação".

Segundo a força de segurança, quatro das pessoas são residentes de Macau, dois do interior da China e um de Hong Kong, sendo que "os referidos indivíduos saíram após investigação".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE