PUBLICIDADE
Actualidade

Ativistas desconfiam de plataforma de diálogo anunciada pelo Governo de Hong Kong

20 | 08 | 2019   06.38H

A "plataforma de diálogo" anunciada hoje pela chefe do Governo de Hong Kong, Carrie Lam, foi recebida com desconfiança por ativistas pró-democracia contactados pela agência Lusa.

"Já vimos isto anteriormente (...) e ficamos com a sensação de que se tratará de uma falsa consulta, (...) mas não uma verdadeira resposta" às reivindicações dos manifestantes, defendeu a porta-voz Frente Cívica de Direitos Humanos, que tem liderado os grandes protestos em Hong Kong desde o início de junho.

Bonnie Leung, que é também vice-coordenadora do movimento, afirmou que pela experiência de controvérsias anteriores, o modelo de diálogo será "muito limitado em termos de tempo" e "com muitos setores pró-Pequim".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE