PUBLICIDADE
Actualidade

Banco digital Revolut abre a 2.ª maior unidade da Europa em Matosinhos

30 | 08 | 2019   13.05H

Uma antiga fábrica de latas de conserva de sardinha de Matosinhos, distrito do Porto, vai transformar-se até ao fim do ano na "segunda maior unidade da Europa" da empresa de serviços bancários Revolut, com capacidade para 470 trabalhadores.

A aplicação bancária para dispositivos móveis originária do Reino Unido, considerada "unicórnio" ('start-up' tecnológica avaliada em mais de mil milhões de dólares), quer abrir a sua segunda maior unidade da Europa em Matosinhos até ao final de 2019 e escolheu como quartel general o edifício da litográfica Amorim & Amorim, uma antiga fábrica de latas de conservas de sardinha, localizado no número 612 da Avenida Menéres, e que conta na vizinhança com a fábrica de conservas de peixe Pinhais & Companhia.

"O espaço está neste momento a sofrer obras de beneficiação e deverão estar concluídas no final deste ano. Até as obras estarem concluídas, os atuais colaboradores da Revolut em Portugal (70) estão instalados num escritório provisório, na Rua Roberto Ivens, também em Matosinhos", avançou hoje à Lusa fonte oficial da Revolut, empresa denominada por 'fintech' (por aliar áreas financeiras e tecnológicas), criada em 2015 por Nik Storonsky, ex-funcionário do Credit Suisse (2008-2013) e da Lehman Brothers (2006-2008), e por Vlad Yatsenko (ex-funcionário no Deutsche Bank e UBS Investment Bank).

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE