PUBLICIDADE
Magalhães/500anos

Celebrar o conhecimento, os oceanos e o contacto entre povos -- MNE

11 | 09 | 2019   05.02H

A celebração do conhecimento, oceanos e do contacto entre povos são os "temas fortes" das comemorações dos 500 anos da viagem de circum-navegação, numa lógica de "pensar o passado para projetar o futuro", anunciou o chefe da diplomacia portuguesa.

"As comemorações são circunstâncias que nos convidam a pensar no passado [...] para projetar o futuro", disse Augusto Santos Silva numa entrevista à Lusa a propósito do V centenário da primeira viagem de circum-navegação da Terra, iniciada em 1519 pelo navegador português Fernão de Magalhães ao serviço dos reis de Espanha.

A viagem de Magalhães "um grande feito histórico", que partiu da "mobilização de várias culturas" e "de vário conhecimento científico", significou "uma descoberta no sentido de procurar descobrir o novo" e "mostrou pela primeira vez que era possível fazer uma travessia marítima a todo o mundo", características que "são muito importantes para a atualidade".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE