PUBLICIDADE
Eleições

BE questiona "como é possível" BdP "nunca ter visto nada" de concertação entre bancos

11 | 09 | 2019   20.24H

A coordenadora do BE questionou hoje "como é possível" o Banco de Portugal (BdP) "nunca ter visto nada" e a Caixa Geral de Depósitos ter entrado na concertação de informação sensível no crédito à habitação.

"Perguntamos como é que é possível a supervisão [BdP] nunca ter visto nada e a Caixa Geral de Depósitos ter entrado num esquema destes de assalto do país", disse Catarina Martins, em Beja, numa sessão de apresentação dos candidatos do BE por este círculo às eleições legislativas de 06 de outubro.

A Autoridade da Concorrência anunciou na segunda-feira que condenou 14 bancos ao pagamento de coimas no valor global de 225 milhões de euros por prática concertada de informação sensível no crédito ao longo de mais de 10 anos, entre 2002 e 2013.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Estes para aparecerem na foto, inventam o que já foi inventado, Este Povo que corra com esta gente parasita. Digam-me um/uma do BE que tivesse feito algo de útil, a não ser blá blá!
    Alvaro | 11.09.2019 | 21.41Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Este BE faz-me rir. Então o BP existe para desconfiar dos senhores banqueiros? São gente impoluta, merecedora de todo crédito, gente séria, ... ihihihihihihihihihihih
    Dono dos Burros | 11.09.2019 | 21.30Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE