PUBLICIDADE
Actualidade

Partido de Bolsonaro compara esfaqueamento do Presidente a atentado do 11 de Setembro

12 | 09 | 2019   01.28H

O Partido Social Liberal (PSL), do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, comparou na terça-feira o esfaqueamento do mandatário no ano passado, durante a campanha eleitoral, com o atentado de 11 de Setembro de 2001, nos EUA.

"Há 18 anos um atentado nos Estados Unidos chocava o mundo inteiro: o ataque às Torres Gémeas. Há um ano, o Brasil sofria um ataque à democracia: Jair Bolsonaro foi esfaqueado num ato público. Dois episódios que impactaram a sociedade e deixaram marcas na história", publicou o partido na rede social Instagram.

A mensagem divulgada pelo PSL é acompanhada por uma fotomontagem em que é visível um avião a embater nas Torres Gémeas, juntamente com a imagem de Bolsonaro a sofrer a facada.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE