PUBLICIDADE
Actualidade

Trump adia aumento de taxas alfandegárias sobre importações oriundas da China

12 | 09 | 2019   08.55H

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, adiou por 15 dias o aumento de taxas alfandegárias sobre quase metade das importações oriundas da China, num raro gesto de "boa vontade", que antecede nova ronda negocial.

Trump disse ter acedido ao pedido do vice-primeiro ministro chinês, Liu He, que lidera a delegação chinesa nas negociações com os EUA, em adiar por duas semanas o aumento das taxas, de 25% para 30%, sobre 250 mil milhões de dólares de bens importados da China.

A subida estava originalmente marcada para o dia 01 de outubro, mas o Presidente norte-americano disse que Pequim quis evitar que coincidisse com o 70º aniversário da República Popular da China.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE